Aluguer de úteros

Veja, a propósito da crescente normalização das “barrigas de aluguer” entre os profissionais de Silicon Valley, o meu artigo no “Palavras”:

«Não será, pois, de estranhar que, daqui a alguns anos, algumas mulheres – previsivelmente saudáveis, mas pobres – assegurem a sua subsistência como úteros aos serviço de homens que, por conta das suas opções sexuais, não se podem reproduzir, e por mulheres que, orientadas pelas suas escolhas de carreira, preferem delegar em seres humanos mais desafortunados o incómodo da gravidez e a dor (e risco) do parto. Em comum, posses suficientes para alugar úteros e, claro, um notável espírito empreendedor.»

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s